É assim mesmo, a metamorfose dói. Doí para quem?


Publicado em: 26 de April de 2017

Categorias:Artigos



É assim mesmo, a metamorfose dói. Doí para quem?

A lagarta para voar tem que virar borboleta. Se a lagarta não virar uma borboleta, a borboleta será apenas uma possibilidade que existe na mente, no sonho da lagarta.

Uma lagarta que apenas sonha e se admira porque no fundo é uma borboleta, na realidade não voa. Apenas rasteja e sonha com algo que ainda não se manifesta. Quem sabe na próxima vida.

Falar que é borboleta não faz a lagarta voar. Querer não é poder, fazer acontecer é poder.

A lagarta se converte em borboleta, apenas se sacrificar sua existência como lagarta e se entregar a metamorfose no interior do casulo e após a maturidade rompe o velho casulo por si mesmo e abre as asas por si mesmo.

A crisálida é seu processo de auto-observação e de autocontrole diante dos fatos internos e externos e o discernimento o surgir das asas.

Quer voar? Crie asas.

Medite
Eloi Campos

Artigos Recentes


×

RECEBA MATERIAIS EXCLUSIVOS NO WHATSAPP


LIDERANÇA MEDITAÇÃO AVANÇADA MEDITAÇÃO PARA INICIANTES



ENTRE EM CONTATO


SIGA-NOS


PARTICIPE DOS GRUPOS

LOCALIZAÇÃO




Mindfulness Advaita - Todos os direitos reservados


Designed by - Zafre Web & Social Media